You are currently browsing the category archive for the ‘Uncategorized’ category.

não precisa se descabelar

Chegamos num momento crucial do nosso vídeo. Passamos a maior parte das manhãs dizendo, mas essa parte é tão legal, é uma pena excluirmos essa fala. Com o coração na mão temos cortado excelentes partes das nossas entrevistas. Enfim, chegamos perto da versão final do nosso roteiro e melhor ainda conseguimos passar as imagens para um computador da universidade, fizemos a montagem inicial do bloco 2 até o 9. Ficamos extremamente contentes com o avanço que fizemos nessa semana. Queremos ter tempo para finalizar o documentário com qualidade e cheio de particularidades.

por Paula Matos (Palhaça Mercedes)

Esse foi o título mais fácil que encontrei para uma matéria em toda a minha vida. Não que eu tenha escrito e o título tenha saído com naturalidade! Pelo contrário, ele veio antes… Sei que é meio estranho, mas foi assim!
A frase está na boca das integrantes pelo menos uma vez por dia. Tudo começou quando começamos a selecionar os trechos das entrevistas que entrarão no nosso vídeo. Um entrevistado disse uma frase muito boa, mas bem no meio dela, enfiou a poesia do grande filósofo Martinho da Vila: tá delícia, ta gostoso…
Tudo bem! Sou um pouco exagerada e confesso… Não foi bem assim que ele disse, mas pra gente ficou! Sempre que estávamos em momentos difíceis, prontas para estressar, alguém soltava a frase – que não demorou a se tornar nosso jargão – e todas começavam a rir.
Como a Palhaça Batatinha disse no post abaixo, o nosso trabalho de edição é árduo. Os entrevistados dão respostas exceleeentes (não no Espanhol da Mercedes, mas de verdade). E voltamos às aulas crentes que já começaríamos a editar o vídeo na ilha de edição na primeira semana de aula mesmo. IMPOSSÍVEL!
Além dos problemas técnicos do Mackenzie por ainda não ter deixado tudo no jeito pra já começarmos, precisávamos passar pro computador apenas o que entrasse pro vídeo e tínhamos muuuuuuito material de sobra. Escolhemos novos trechos, tivemos que eliminar muito coisa por falta de tempo (já disse que queremos um longa, 22 minutos é muito pouco!), a nossa orientadora disse que ainda está grande, eliminamos mais e sempre o pagodão do tá delícia, tá gostoso nos acompanhando.
Sabíamos que esse era um processo muito difícil, mas não esperávamos encontrar tantas barreiras! Cortar respostas tão boas é um parto – não que eu já tenha feito um…
Continuamos com o nosso trabalho nada fácil e o roteiro já foi fechado. Agora vamos passar para o computador o que escolhemos e o critério de seleção já é outro: a melhor imagem!
Ainda bem que esse trabalho realmente tá uma delícia, tá gostoso de fazer.
 
por Juliana Moraes (Palhaça Gugu)

É sempre bom receber as amigas em casa. Principalmente, se esse encontro é regado com muita risada e bolo de chocolate. Era dia 18 de julho, nós cinco estávamos no meio das férias – que não teve um tom de descanso. Continuamos o trabalho que havíamos iniciado na casa da Fe: selecionar as entrevistas.

Uma tarefa muito difícil, aliás. É incrível como demos sorte com os entrevistados. Eles se preocuparam em nos atender, em refletir sobre as questões e dar respostas que pudessem nos ajudar. Isso com todos os grupos: Jogando no Quintal, Doutores da Alegria e o Circo Stankowich. A maioria deles mostrou um grau de conhecimento teórico elevadíssimo, com afirmações bem embasadas. Parecia que tinham lido as mesmas obras que nós. Era verdadeiramente uma aula a cada final de semana. Saíamos sempre muito admiradas. As entrevistas de final de semana rendiam assunto para semana inteira, não somente nas discussões do TGI. Mas, com tanto conteúdo apresentado e depois de tantos entrevistados, era muito difícil lembrar das frases de um por um com tanta propriedade. Por isso, foi fundamental a leitura e seleção com um intervalo significativo entre a última entrevista. Assim, pudemos olhar para tudo o que os profissionais falaram de uma forma mais imparcial, sem sermos guiadas pela emoção. Decidimos que escolheríamos todos os trechos que nos agradassem. E, olha, que não foram poucos.

As meninas chegaram em casa por volta das 10h e só saíram de lá depois das 17h. Ficamos reunidas em frente o computador quase todo esse tempo – com uma parada apenas para o almoço. Nesse dia, conseguimos selecionar muitas entrevistas, sempre relembrando os momentos inesquecíveis de todas elas. Cantamos músicas sertanejas para recordar da viagem a Campinas rumo ao encontro do circo Stankowich. Emocionamos-nos ao lembrar de algumas histórias dos Doutores. Gargalhamos com o espetáculo do Jogando no Quintal. Rimos muito ao escutar frases inacabadas e até nossos erros de digitação foram motivo de piada. Depois de um tempo convivendo com palhaços, acho que estamos aprendendo a lidar com o que temos de ridículo.  Perdemos um pouco do medo do que o outro vai achar de nós. Estamos aprimorando o riso, ao descobrir mais afundo a sua aplicação. Aprendemos que uma colcha de retalhos pode ser formada de histórias, sempre com muito bom humor.

Por Simone Coelho (Palhaça Batatinha)

                       Este blog surgiu como um trabalho da faculdade e agora que estamos prestes a concluir o curso, vamos dar a ele um novo rumo. Aqui serão publicados textos com as nossas evoluções e acontecimentos do chamado TGI (Trabalho de Graduação Interdisciplinar), que possui o tema “O riso como comunicação”. Será usado também para as pessoas que nos ajudam, que são entrevistadas, nossos amigos e familiares, que sofrem com nossas irritações e desesperos quando algo não dá certo.

                       O grupo é formado por cinco meninas, Fernanda, Juliana, Paula, Simone e Thaís. Surpreendentemente, brigamos menos do que esperávamos. Esperamos que este blog ajude a exorcizar problemas e inspirar novas idéias. Com muita alegria e muitas risadas, queremos chegar ao fim com sucesso e unidas.

por Paula Matos (Palhaça Mercedes)

Blog criado para a matéria de Sistemas Virtuais, na Universidade Mackenzie.

As pessoas que vão escrever aqui são:

Camila Braga

Fernanda Pierina

Juliana Moraes

Paula Matos

Thaís Souza

Esperamos que gostem!

Até a próxima…