Rita Lee, a sessentona mais animada do rock, esteve neste último fim-de-semana em apresentação no HSBC Brasil (ex-Tom Brasil), em São Paulo. Em turnê com o show Picnic, a ruiva usa e abusa de cores, animações no telão e jogos de luzes no palco, que fazem com que o fã (no caso, a fã: eu) entre no clima de festa idealizado pela cantora. O show comemora seus 40 anos de rock’n’roll de volta a sua cidade natal, depois de quatro anos sem nenhuma apresentação na capital.

Relembrando grandes sucessos (como “Mania de Você“, “Amor e Sexo“, “Flagra“, “Ovelha Negra“, “Lança Perfume“, “Erva Venenosa” e outros) e cantando músicas do seu mais novo CD, “Balacobaco”, lançado em 2005, Rita Lee intercala as músicas com homenagens à cidade de São Paulo, em declarações afetivas.

Entre as músicas inéditas está a versão da música “I wanna hold your hand”, dos Beatles, em que Rita canta a divertida história de um bode que pisa na pata de uma cabra. A música, aliás, pretendia ser incluída no álbum que a cantora lançou composto apenas de versões de músicas da banda, mas que, segundo ela, não teve autorização “da japonesa” para entrar no CD. Uma pena, já que a letra é realmente bastante original e engraçada de se ouvir.

Rita parecia realmente em casa, dizendo-se emocionada por dormir de novo em sua cama, com seus travesseiros e lençol. Brincou com seu filho, Beto Lee, homenageando a “qualidade de seus espermatozóides”, em referência ao amor que sente por sua neta, Isabella. Acompanhada ainda do seu marido, Rita no palco está cercada daquilo que mais ama: a família.

E, para aqueles que talvez tenham desconfiado, eu assumo: morri de inveja daquele cabelo vermelhão!!

Saudades de ser também um ser flamejante…

Por Fernanda Pierina

Anúncios